Arte Contemporânea – Vik Muniz

Hoje, no intervalo da manhã para a tarde do Fórum sobre o Enem, fui visitar a exposição da obra do artista plástico e fotógrafo Vik Muniz. Fazia tempo queria ir, mas a preguiça não tinha deixado. Ainda bem que as circunstâncias hoje fizeram que eu fosse: ele é muito bom! Meus alunos devem adivinhar a palavra que me veio à mente vendo as obras de Vik: genial!

Suas obras são surpreendentes, são belas, são vivas, nos fazem refletir. É um pequeno passeio reflexivo pela história da arte. Algumas de suas obras são reproduções surpreendentes de obras do Renascimento, do Barroco, do Romantismo, se apropriando das liberdades trazidas pelas vanguardas do início do século passado e representando exemplarmente as tendências contemporâneas de usar para a confecção das obras as mais variadas materias-primas, como o açucar, o chocolate, diamantes, arames, molhos, lixo, sucata e até a poeira! Não falta, ainda, referências ao pop arte de Andy Warhol. É uma mistura que rende uma obra original e criativa.

Vamos a alguns exemplos:

* Usando manteiga de amendoim e geleia, Vik reproduz a famosa Monalisa. A ideia teve como inspiração o preceito de que a cópia de uma cópia é sempre um original, de Warhol.

* Genial essa reprodução da tela barroca de Caravaggio, Narciso, usando sucata! É muito legal o efeito obtido: de longe o espectador reconhece de imediato a tela de Caravaggio, de perto se diverte reconhecendo os materiais utilizados na composição da obra; e os dois olhares se complementam para que nos deparemos diante de uma obra bela, criativa e que faz uma justa homenagem a um mestre da pintura.

* Nesta obra, como vocês devem ter percebido, reproduz um mapa mundi. O interessante é que a obra inteira foi “montada” com sucata de computadores e o tamanho da obra original é gigante (isto se torna perceptível ao observamos a fotografia bem de perto).

Eu gostaria de colocar várias outras fotografias aqui, mas por hoje está bom. Além disso, a exposição está aqui pertinho para quem mora em Fortaleza – e de graça! – em mais uma louvável iniciativa da Unifor. Então, quem mora por aqui não pode perder. Quem não mora, é torce para que a exposição, que já passou pelos EUA, Canadá e México e, aqui no Brasil, pelo MAM, do Rio de Janeiro, pelo MASP, em São Paulo, pelo MIP, em Belo Horizonte, e pelo MON, em Curitiba, chegue até você.

Vale ressaltar que Vik Muniz é o único brasileiro vivo a figurar na publicação 501 Great Artists of All Times. O cara merece a visita.

Steller de Paula

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Arte Contemporânea – Vik Muniz

  1. Adriana

    Aii Genial,isso é que é ser criativo viu…o primeiro quadro da mulher é o melhor.

  2. Nariely

    que lixo lindo kkkk

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s